Os Delírios de Consumo de Becky Bloom


Eu já tinha ouvido falar de Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, principalmente em blogs de moda que eu costumava frequentar, mas só foi agora que decidi ler o livro de uma das escritoras que eu chamo de Rainha do Humor, Sophie Kinsella. Não só terminei de ler o livro, como em seguida assisti ao filme para comprovar se é tão bom como as pessoas falam. E não me decepcionei com nenhum dos dois.
OS DELÍRIOS DE CONSUMO DE BECKY BLOOM é um pouco da história de todas as pessoas para as quais comprar é quase uma terapia, a resposta para todos os problemas, mesmo criando outros piores ainda. Entre eles, inventar a próxima desculpa para o gerente do banco: - "Meu pé quebrou! Você não recebeu meu cheque? Meu cachorro morreu!", são alguns dos argumentos usados por Becky para enrolar seu gerente Derek Smeath.Mas a personagem de Sophie Kinsella não é apenas uma "material girl" que só pensa em dinheiro e futilidades. Rebecca é sensível, carinhosa e extremamente otimista. Com essas qualidades, ela vai fazer de tudo para resolver seu problema. Primeiro, tenta reduzir seus gastos a zero, o que logicamente, não funciona. Diante disso, ela resolve que precisa ganhar mais dinheiro, mesmo sabendo que seu emprego está ameaçado. Nos delírios de consumo de Becky, todos os seus problemas se resolveriam de imediato ao ganhar na loteria, ou se um completo estranho pagasse sua conta do Visa - por engano, claro.Como se não bastasse, em meio a tanta confusão, Becky ainda arruma tempo para se apaixonar pelo sedutor - e expert em finanças - Luke Brandon.
Nova York. Rebecca Bloomwood (Isla Fisher) é uma garota que adora fazer compras. Seu grande sonho é um dia trabalhar em sua revista de moda preferida, mas ela no máximo consegue chegar na porta do local. Até que um dia ela consegue emprego como colunista em uma revista de finanças publicada pela mesma editora. Quando enfim seu sonho está prestes a ser realizado, ela faz de tudo para que seu passado não venha à tona.
Tenho que dizer que passei as horas mais divertidas lendo o livro! Becky Bloom é uma personagem extremamente engraçada, e Sophie Kinsella trata todos os problemas dela com muito humor. Mas como nem tudo é perfeito, o filme mudou muita coisa em relação ao livro, mesmo assim não ficou ruim, conseguiu manter o humor e o jeito fofo de Becky.
Mas vou falar das malditas diferenças entre ambos, por que adoro fazer isso!
● A história do livro se passa na Inglaterra, enquanto a do filme se passa em Nova York. Tenho que dizer que odiei essa mudança, apesar de achar que a história ficaria muito melhor se acontecesse no Estados Unidos mesmo, já que é o país das compras!
● Becky nunca trabalhou em uma revista de jardinagem no livro e nem ao menos chegou a trabalhar com Luke Brandon.
● A história do livro gira em torno das dívidas dela e suas ideias mirabolantes de como pagá-las. O filme gira mais em torno do romance entre Luke e ela, coisa que no livro acontece às vezes.
● No livro o único vilão de verdade são as dívidas e até um pouco o Luke. No filme os vilões são Derek Smith, o dono do banco onde Becky tem dívidas e a namorada de Luke (que esqueci o nome). Derek Smith no livro é um cara muito legal apesar de Becky não pagar as contas.
● Tarquin não é namorado de Suze como mostra o filme, ele é primo dela e nunca terão um caso. Há mais coisas sobre ele no livro, mas não vou contar.
● Suze no livro é rica e adora gastar tanto quanto Becky, sem contar o quão criativa é. No filme ela é meio maluquinha, do tipo que não parece ligar para moda e tenta ajudar Becky a parar de gastar, coisa que não acontece no livro.
● Becky nunca participa de um grupo de consumistas como mostra no filme. E nunca pararia de gastar em minha opinião.
● No filme, Becky é extremamente sortuda e só acaba se dando um pouco mal no final. Já no livro, ela se dá mal o tempo todo e só no final consegue se resolver. Prefiro essa parte no livro já que as cenas no filme parecem meio bobas.
● No filme, Luke é meio despreocupado e gentil, uma graça! No livro, ele é meio sério, charmoso e elegante, às vezes eu o achava um bocado chato. Por isso os pontinhos vão para o Luke do filme!
● No filme, Becky é conhecida por sua echarpe verde, coisa que não acontece no livro, apesar de ela comprar uma echarpe.

Essas são só algumas das diferenças que vi, deve ter milhares que não comentei por causa dos malditos spoilers (e também pela falta de memória)! Tenho que dizer que a vitória vai para o livro, o achei muito mais maduro, engraçado, realista e motivador. O filme ficou meio bobinho, romântico e engraçado, mas de forma nenhuma ficou ruim. Depois que acabei de ler o livro, fiquei com uma imensa vontade de mudar minha vida igual a Becky! Acho que todas as garotas se identificam com ela de alguma forma, não por gastarem demais (coisa que não faço), mas por quererem melhorar de vida e serem aceitas pelos outros como alguém importante. Agora, não vejo a hora de ler os outros livros, por que é uma série! E não perca tempo também, por que vale muito a pena!

2 Comentários:

  1. Esse filme é muito bom! *,*
    hahahaha, engraçado que eu vi ele no tecnico de moda mesmo! E tem tudo a ver!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. ahhhww! eu quero tanto ver o filme e ler o livro,acho incrivel coomo ainda não fiz nenhum dos dois =z

    adorei seu post,de verdade ♥
    ( embora tenha me feito ficar mais louca ainda pra ver o filme xD )

    ResponderExcluir