O Garoto da Casa ao Lado


Como sou fã de Meg Cabot, já fiz uma tentativa de ler esse livro pela internet como todos os outros dessa escritora, mas não aceitei muito o fato de ele ser todo escrito em e-mails. Mas quando se trata de livro emprestado, ou seja, em mãos, eu tenho que ler! (dá para perceber que a maioria das coisas que escrevo aqui são emprestadas, mas deixe isso de lado). Confesso que acabei de ler o livro, li em menos de seis horas e olha que ele tem 394 páginas.

A história é sobre Melissa Fuller, a jornalista de celebridades do The New York Journal e está quase perdendo o emprego por chegar pela 37º vez atrasada. Mas, dessa vez, ela tem uma desculpa. Sua vizinha, uma velhinha de oitenta anos, chamada Hellen Friedlander, foi encontrada por Mel, em seu apartamento, desmaiada por causa de um golpe na cabeça. Agora Mel terá de cuidar dos bichinhos dela: Chico Bum e Sr. Botucas (gatos) e Paco (cachorro). Como ela continua chegando atrasada ao seu emprego, ela tenta achar algum parente próximo da velhinha, para que cuide dos seus animais. Aí que entra Max Friedlander, um fotógrafo famoso e sem coração, que em vez de ajudar sua tia, manda em seu lugar, um amigo chamado John Trent para se passar por ele. Ou seja, o garoto da casa ao lado :)

A história é super criativa. Principalmente (como eu já disse antes), por ser escrita em forma de e-mails. Você verá os e-mails que são mandados por Mel, John, Max, Nadine (melhor amiga de Mel), entre outros muitos personagens da história. O mais legal é descobrir o que cada um manda para o outro, isso mostra a falsidade de uns e a loucura de outros. Não tem como não rir lendo vários dos e-mails, ou chorar de tão lindo que são alguns.
Não tem como não amar um livro de Meg Cabot, ainda mais quando fala de relacionamentos, tanto adultos (como no caso desse livro) como de adolescentes. E a personagem principal, Melissa, não fica a desejar, além de ter respostas ácidas na ponta da língua (ou na ponta dos dedos, já que as respostas vem em e-mails), ela é super diferente e tem um jeito excêntrico. No final do livro, achei que ela teve uma atitude infantil, maaaaas se não fosse essa atitude, nada teria se resolvido no final do livro.
Só sei que a história me lembro um pouco O Segredo de Emma Corrigan, talvez por isso gostei tanto de ambos. Se vale a pena ler o livro? Acho que muitas pessoas já o leram, mas se não leu, só de eu mencionar que é da Meg Cabot, já seria mais do que um motivo para tê-lo em mãos.

Heart no Kuni no Alice

Lá estava eu lendo uma revista do começo do ano da Época sobre Alice no País das Maravilhas e suas adaptações, quando me deparo com o mangá Heart no Kuni no Alice. Acho que de todas as adaptações que existe, nenhuma se compara as de mangá. Eu já tinha lido outro mangá sobre Alice também muito criativo, mas esse foi o que mais me prendeu.

A história é sobre Alice Liddel, que é raptada por um homem misterioso com orelhas de coelho e é obrigada a participar de um jogo de namoros, que só quando terminado, poderá voltar para casa. Durante o tempo que passa em Wonderland, ela conhece várias pessoas como a Máfia dos Chapeleiros (constituído pelo Chapeleiro, os gêmeos Tweedle Dee e Tweedle Dum e a Lebre de Março), a Rainha Vermelha, o cavaleiro, o Gato de Cheshire, Nightmare, e Julius.

Se com o mangá, você espera uma história fiel ao livro, vai ficar decepcionado. Claro que não totalmente, já que o enredo é totalmente criativo e diferente. A Wonderland do livro é cheia de mistérios e um jeito diferente de analisar a vida. Achei a adaptação perfeita e com um objetivo diferente! Sem falar nos personages totalmente cativantes, você não sabe com quem Alice deve ficar no final! Mas a história é bastante macabra e sangrenta (mais um motivo por eu ter gostado da série).

Personagens
Alice Liddel é uma garota que ama ler e passar o tempo com sua irmã mais velha que se tornou sua segunda mãe. Ela acaba parando em Wonderland depois de uma soneca, levada por um rapaz com orelhas de coelho. Todos os rapazes acabam se apaixonando por ela, já que uma das profecias ditas é que todos irão se apaixonar pelo forasteiro que chegar em Wonderland.

Peter White é o coelho branco da história, ele é totalmente apaixonado por Alice e faz de tudo para conquistá-la. Ela que a levou a Wonderland e a obrigou a participar do jogo. Ele também é capaz de se transformar em um coelhinho fofo como o da história real e seu relógio se transforma em uma arma. Apesar de parecer dócil, Peter é sanguinário e quer matar qualquer um que se aproxime de Alice.

Julius, em minha opinião, ficou com a parte mais criativa da história. Como não li Alice através do Espelho, não sei se ele existe neste livro, mas acho que foi invenção do autor do mangá mesmo. Ele vive na Torre do Relógio, é a parte neutra de Wonderland (já que o reino está em guerra), e concerta relógios. Queria contar mais sobre esses "tais relógios", mas vocês vão descobrir mais sobre eles, ao lerem a história. Só sei qe Julius é um dos meus personagens favoritos, é sério, fechado, nunca sorri, tem um lado bom. outro meio sanguinário e gosta de café. Acho que de todos os personagens de Wonderland, ele é o que mais ama Alice verdadeiramente.

Blood Dupre é o famoso Chapeleiro Maluco que não tem nada de maluco. É o Chefe da Máfia dos Chapeleiros e mora em uma mansão com um jardim lindo e gigantesco, sem falar na biblioteca. Alice acaba tendo uma quedinha por ele pelo simples motivo que ele lembra seu ex-namorado da realidade. Mesmo assim, Blood é totalmente diferente, é sério, silencioso e cruel.
Mesmo mostrando que gosta de Alice, é cruel com ela. Eu, particularmente, não achei muita graça nele, mas o cara é bastante incrível.


Vivaldi é a Rainha de Copas, é casada com um rei que já a traiu (e quase decaptou sua amante), manda em Peter White e em Ace, seu cavaleiro. Por mais que pareça ser cruel, ela ama coisas fofas e tem um quarto cheio de bichinhos de pelúcia. Quando ela não passa tempo com Alice, mada decaptar todos os seus serviçais. Tem algo misterioso entre ela e o Chapeleiro Blood Dupre (já sei qual é o mistério, mesmo ainda não contando no mangá, mas é bastante previsível se você analisar bem).

Ace é cavaleiro da Rainha Vermelha (ou de Copas, não sei), ele deveria ficar apenas do lado dela, mas como tem uma crise existencial, ele também trabalha para Julius em segredo. No começo, ele parece ser um dos caras mais legais, sempre alegre, é péssimo em direções, sempre se perde e trata os outros bem (por isso também se tornou um dos meus personagens favoritos), mas depois dá para ver que ele é um completo psicopata sanguinário. Apesar disso, eu ainda gosto dele :3

Elliot March é a Lebre de Março, ele odeia Peter White e não gosta quando o comparam com ele. Vive falando que não é um coelho por que odeia cenouras, mas ama qualquer coisa feito de cenouras (vai entender). Ele é um dos protetores da Mansão do Chapeleiro, vive com uma arma, mas até agora me pareceu bastante inofensivo.

Mary Gowland é o dono do Parque de Diversões, ele odeia Blood Dupre por que este espalhou para todo o reino seu verdadeiro nome, já que Mary odeia seu próprio nome. Seu violino se transforma em uma arma, e ele ama tocá-lo, mesmo sendo ruim nisso. Ele é o dono do gato de Cheshire.

Boris Aray é o famoso Gato de Cheshire, ele vive no Parque de Diversões (que é inimigo da Rainha de Copas e da Máfia dos Chapeleiros). Adora invadir o castelo da rainha, mas acaba sempre se machucando por causa disso, Alice acaba o ajudando e mudando o modo dele de ver a vida. Apesar da inimizade entre as partes do reino, ele é amigo de Tweedle Dee e Tweedle Dum.

Tweedle Dee e Tweedle Dum são os irmãos sangrentos, são os guardas da Mansão do Chapeleiro e por mais que pareçam fofos e inofensivos, são o contrário. Todos os seus brinquedos são algum tipo de arma e adoram usá-los chamando aquilo de brincadeira. Eles adoram Alice e a chamam de onee-chan (irmã em japonês), mesmo querendo matá-la. Por mais que sejam inimigos do Parque de Diversões, eles vão até lá e brincam com Boris normalmente.

Nightmare é o personagem mais misterioso da história. Ele só aparece para as pessoas quando elas estão dormindo. Pelo que eu entendi, parece que ele é que controla Wonderland ou qualquer coisa do tipo. Ele também é meio doente e vive cuspindo sangue. Para você ter uma ideia, de longe, ele é o personagem menos sanguinário da história (tirando a Alice).

Para quem quiser fazer o download do mangá, é só ir aqui o OMG-scans está traduzindo o mangá.

Keep calm and carry on

Como vivo dando uma olhada no Weheartit, sempre via imagens como essa acima. Todas começavam com Keep calm and, mas terminavam de um jeito diferente. "Keep calm and carry on" significa Fique calmo e Siga em Frente, foi uma expressão criada na Inglaterra em 1939, na época da Segunda Guerra Mundial. A frase servia de inspiração e reconforto tanto para os civis como para a população inglesa. Este é o terceiro conselho que surgiu naquela época (e o mais famoso atualmente), os outros eram "Your Courage, Your Cheerfulness, Your Resolution Will Bring Us Victory" (Sua coragem, sua alegria, sua solução nos levarão a vitória) e "Freedom Is In Peril" (A liberdade está em perigo). Dá para ver por que o terceiro conselho é o mais famoso, uma frase simples e que trás muita inspiração para as pessoas. É o famoso: "Esqueça os problemas".
Como a frase está sendo muito utilizada, já apareceu várias versões.




Para quem quiser comprar coisas do Keep Calm and Carry On, já existe até um site! É esse aqui. Nele tem moletons, bolsas, cadeiras, quadros, livros, camisetas e muito mais :D

O que eu aprendi com Zettai Kareshi

Finalmente assisti os 11 episódios de Zettai Kareshi. Nenhum filme como O Diário de uma Paixão ou Um Amor para Recordar me fizeram chorar tanto quanto esse Dorama! Eu já postei sobre Zettai Kareshi aqui, mas como ainda não tinha terminado de assistir, não tinha concluído minha opinião sobre ele.
O Dorama em si, é uma lição de vida, por isso, decidi fazer uma lista sobre coisas que aprendi com ele.

1º) As pessoas vão sempre querer acabar com seus sonhos, mas você precisa sempre seguir em frente e acreditar em si mesmo.

2º) São as pequenas coisas que fazem diferença, às vezes um simples Gambatte! (Esforce-se!) já é o suficiente.

3º) Todo esperam um amor ideal, mas é as imperfeições que realmente criam um amor perfeito. E que por mais triste que algo seja, o que realmente importa é a memória que nós levamos conosco e que nos faz crescer.

4º) Nunca deixe de sorrir, nunca.

5º) Muitas vezes, se alguém briga com você, é por que essa pessoa realmente se importa com você.

6º) Por que não dizer que ama uma pessoa, se você a ama?

7º) São os momentos únicos que nos fazem felizes.

8º) O amor demora para acontecer, não espere um amor a primeira vista. Do mesmo jeito que fazemos uma calda e leva tempo, o amor também. Nunca deixe o amor frio ou queimar demais, tudo tem a hora certa.

Acho que é isso! Tem muito mais, mas vai ser difícil lembrar tudo. O melhor é assistir mesmo e entender o que a história quer passar. Vou deixar o clip da música que toca no encerramento, é realmente lindo!

Novo Ipod Nano

É só você comprar algo novo, e logo depois chega algo que supera o produto anterior. É isso que está acontecendo com os Ipods, dá até dó comprar um, sabendo que depois vai sair um melhor! O novo Ipod Nano é tão lindinho! E a tela dele, além de ser touchscreen, também gira para o lado que você o segura, ou seja, qualquer lado é o certo. Ele também terá rádio e um aplicativo chamado Genius (se você está ouvindo uma música, o Genius pode achar outra parecida com aquela, é como se ele criasse um playlist de músicas que seguem a mesma linha).
A Apple também prometeu que a bateria do Ipod duraria 24 horas direto com música! Isso sim que é a melhor parte. Agora só falta vir para o Brasil, por enquanto só vende nos Estados Unidos. O Ipod de de 8G está 149 dólares e o de 16G 179 dólares (vale mais a pena comprar o último!).

Meme

Meme é uma espécie de listinha sobre você. Para alguns não é algo interessante, mas como adoro fazer listinhas, vou fazer! :D

Se eu fosse um mês, eu seria: Dezembro
Se eu fosse um dia da semana: Sexta
Se eu fosse uma hora do dia: 00:00
Se eu fosse um planeta ou astro: Saturno
Se eu fosse uma direção: Sul
Se eu fosse um móvel: Penteadeira
Se eu fosse um líquido: Vinho
Se eu fosse um pecado: Preguiça
Se eu fosse uma pedra: Rubi
Se eu fosse uma árvore: Cerejeira
Se eu fosse uma fruta: Cereja
Se eu fosse uma flor: Lírio
Se eu fosse um clima: Nublado
Se eu fosse um instrumento musical: Piano
Se eu fosse um elemento: Água
Se eu fosse uma cor: Vermelho
Se eu fosse um bicho: Tigre
Se eu fosse um som: de piano
Se eu fosse uma música: Have you ever seen the rain - Rod Stewart
Se eu fosse um estilo musical: Screamo
Se eu fosse um sentimento: Esperança
Se eu fosse um livro: Mediadora
Se eu fosse uma comida: Comida japonesa /o/
Se eu fosse um lugar: Japão
Se eu fosse um gosto: Gosto de Tubes
Se eu fosse um cheiro: Cheiro de guaraná
Se eu fosse uma palavra: Sonho
Se eu fosse um verbo: Persistir
Se eu fosse um objeto: Livro
Se eu fosse uma parte do corpo: Olhos
Se eu fosse uma expressão facial: Sorriso
Se eu fosse um desenho animado: Shakugan no Shana
Se eu fosse um filme: O Retrato de Dorian Gray
Se eu fosse um número: 13
Se eu fosse uma estação: Outono
Se eu fosse uma frase: Eu posso, eu faço, eu consigo.

Zettai Kareshi


Desde pequena amo animes, mangás e cultura japonesa! Mas nunca fui muito ligada a Doramas ou JDramas (é uma espécie de novela ou seriado japonês). A primeira tentativa que tive de assistir um Dorama foi Boys Before Flowers, mas me decepcionei pelo simples fato de que eles agiam como animes, o que chegava a ser bem fora do normal e retardado.
Foi quando me emprestaram todos os episódios de Zettai Kareshi. Tive aquela aversão ao lembrar de BBF e pensei que seria chato também, mas ainda bem que resolvi assistir.
Até agora, de todos os capítulos de ZK, eu sempre tenho vontade de chorar, é simplesmente emocionante e tocante, mas claro que não é totalmente triste, já que dei altas risadas.

A história é sobre Riiko Izawa que não tem sorte no amor por ser bobinha e romântica, ela já teve seu coração quebrado diversas vezes. Quando ela estava reclamando da sua vida em um bar de uma amiga, ela recebe o cartão de um misterioso empresário que promete uma mudança na vida dela. Curiosa, ela acaba indo na empresa Kronos Heaven, responde um questionário pensando ser uma agência de namoros e de repente recebe em sua casa um robô: O Namorado Ideal. É aí que começa a história! Night (ou Naitou, como se fala em japonês) tenta conquistar Riiko que não quer nada com ele por saber que é um robô, ainda mais quando rola um triângulo amoroso, e Riiko se sente atraída pelo seu chefe Soushi.

O Dorama é simplesmente perfeito! A história é linda e engraçada, não tem como se comover com os personagens e você nunca sabe com quem quer que Riiko fique: Soushi ou Night?
Além disso, eles não agem muito como animes, claro que tem partes um pouco exageradas, mas não tem como não se prender com essa história sobre relacionamentos, sentimentos e o verdadeiro amor.

A melhor parte do Dorama é o fato de que Riiko trabalha em uma empresa de doces! Não tem como não babar os episódios inteiros só querendo comer um bolinho de creme, que tanto as pessoas rejeitam por não ter uma aparência tão bonita como os outros doces da empresa. Em minha opinião, não importa a aparência do doce, desde que seja bom.
Procurando pela internet, acabei achando a receita dele, ainda não tentei fazer, mas com certeza vou tentar já que estou com muita vontade de prová-los!

Bolinho de Creme

Massa
1 xícara de água
100 gramas de manteiga
1/4 colher de chá de sal
1 xícara de farinha de pão
3 ovos grandes, batidos
2 claras (para o creme)

1. Pré-aqueça o forno a 420 graus. Coloque um papel manteiga no fundo da assadeira para evitar que os bolinhos grudem no fundo. Não unte a assadeira, a gordura faz que os bolinhos achatem.

2. Corte a manteiga em pequenos pedaços. Em uma panela em fogo médio-alto misture a água e a manteiga até ferver a mistura.

3. Tire a panela do fogo e adicione a farinha de uma só vez,
mexendo vigorosamente com uma colher de pau até misturar bem.
Reduzir o calor pela metade; Retornar a panela ao fogo e continuar
mexendo até que a mistura se solte das laterais da panela e formarem uma massa só. Retire do fogo e transfira a massa
para uma batedeira. Com uma pá, misture em baixa velocidade até a massa esfriar um pouco.

4. Em uma bacia pequena, misture os ovos e as claras e misture bem. Na velocidade média, bata os ovos e as claras. Quando os ovos misturarem bem, a massa está pronta para ser usada. A massa deverá estar macia e um pouco pegajosa, mas capaz de pegar alguma forma.

5. Coloque a massa em um saco, daqueles de confeiteiro, ou um plástico mesmo que você corta as pontas. Coloque a mistura na assadeira.

6. Asse por 20 minutes. Com um minuto de forno, diminua um pouco o calor do forno e asse até dourar. Aproximadamente 5 a 10 minutos para bolinhos pequenos, e 15 a 20 minutos para grandes.

7. Tire do forno e fure imediatamente o lado de baixo de cada bolinho com alguma coisa pontiaguda. Desligue o forno e volte os bolinhos ao forno. Deixe a porta levemente aberta e deixe os bolinhos secarem por 10/15 minutos. Retire-os do forno e deixe eles esfriarem completamente na assadeira.

Para o creme

1/2 xícara de açúcar
5 colheres de sopa de farinha
1/4 colher de chá de sal
2 xícaras de leite
2 gemas, batidas
1 colher de chá de essência de baunilha

1. Em uma panela pequena, coloque 1/2 xícara de açúcar, 5 colheres de sopa de farinha e a pitada de sal. Agite no leite, um pouquinho de cada vez, até ficar homogêneo. Leve pra ferver em fogo médio, batendo constantemente.

2. Ferva por 1 minuto, em seguida, despeje uma pequena quantidade de líquido quente nas 2 gemas e mexa. Depois, volte as gemas para a panela e mexa até a mistura começar a ferver novamente. Retire do fogo e acrescente baunilha. Cubra e leve para a geladeira até ficar pronto para usar.

Rende 2 dúzias de bolinhos grandes.

Unhas e unhas!

Tenho que dizer que estou apaixonada por esmaltes foscos! Queria por que queria um daqueles esmaltes que deixam qualquer esmalte brilhoso em fosco, então finalmente achei um muito bom. Apesar da marca Nati não ser muito conhecida, ando comprando um bocado de esmaltes dela, que tem cores lindas. Por isso não pensei em duas vezes ao comprar o Efeito Opaco. Decidi testá-lo no Madonna da Impala e deu certo, apesar de na foto não parecer muito bem já que minha câmera é péssima. Tem que passar pelo menos umas duas camadas do esmalte Nati para realmente ficar fosco.

Outra coisa que achei super legal são essas lixas coloridas, que além de ter vários estilos, ainda tem tamanho mini! Dá vontade de colecionar e nunca usar (já que elas estragam rapidinho), mas o preço é bem camarada e vale a pena. É tudo para deixar a unha linda!