Ecdise

Mudanças. Era o que eu realmente precisava. Alguma forma de arrancar aquele maldito exoesqueleto que se fixava na minha pele, feito de receios e temores. Eu queria ser capaz de quebrá-lo, descobrir que estava apertado demais para continuar a ser usado, mas ele continuava fixo, decidido a perdurar.

Eu não podia ser classificada como um inseto, mas perto do mundo de possibilidade que havia diante de mim, talvez não passasse de um gafanhoto. Havia tanto para se enfrentar, tantas decisões, que parecia mais fácil continuar com minha ecdise, não mudá-la, aceitar o fato que ela cabia perfeitamente em mim.

Aceitar era fácil demais, não podia permitir, precisava rachá-la, me libertar daquele maldito estereótipo que eu havia criado para mim. Eu podia arriscar, seguir em frente, independente do meu tamanho perante as situações. Talvez eu não fosse capaz de sofrer uma metamorfose, de uma simples lagarta para uma exuberante borboleta, mas eu tinha o poder de ser um gafanhoto maior, um gafanhoto com uma ecdise nova que o faria pular mais alto que antes.

– O que está fazendo? – perguntou minha mãe, me vendo debruçada no meu quadro de coleção de insetos. Eu estava colocando meu novo gafanhoto ali, alfinetando sua casca morta, ou melhor, seu exoesqueleto, já que eu não tinha coragem o suficiente para matá-lo.

– Nada, apenas colocando mais um novo amigo – eu respondi, me afastando do quadro e dando uma boa olhada no gafanhoto perfurado.

– Você sabe que não poderá levar sua coleção, não é?

– Eu sei – eu disse tristemente – Às vezes é bom abandonar algo para conseguir algo novo.
E como o gafanhoto que se safara da ecdise que estava presa no meu quadro, eu também estava para me safar dos meus temores. Havia novos passos a escolher, ou talvez, pulos. Pulos muito altos.

*Ecdise: processo de mudança do exosqueleto nos insetos.

4 Comentários:

  1. eu gostei desse texto, uma coleção de insetos, deu um certo toque "freak" , gostei muito ;D

    ResponderExcluir
  2. wow Dasty, de onde você tira tanta inspiração? :O
    Adorei o texto, muito bom. Tá de parabéns, como sempre ;)
    Beijos
    Leeh xx

    ResponderExcluir
  3. Hey Dasty, passei pra avisar que tem selinho pra você lá no Hangover ;)
    Beijos,
    Leeh

    ResponderExcluir
  4. Adorei
    e esse tema de mudança
    de deixar a casca pra trás
    é como se sempre estivéssemos deixando uma parte de nós mesmo a cada pequena mudança.

    ResponderExcluir