Histórias de Robôs - Volume 1

O livro é basicamente vários contos sobre robôs feitos por célebres escritores de ficção científica como Ambrose Bierce, John Wyndhan, Harl Vincent, Harry Bates, Robert Moore Williams, Lester del Rey, A. E. Vogt e Isaac Asimov (que organizou todos os contos e nos presenteia com um ótimo prefácio.

Vou falar sobre os contos que eu mais gostei! Robbie foi um conto criado por Isaac Asimov quando tinha dezenove anos, ele conta a história de Glória, uma garotinha que é criada por um robô chamado Robbie. Ela o considera como seu melhor amigo e passa maior parte do tempo com ele do que com pessoas, o que faz sua mãe achar toda essa relação prejudicial a garota. Os pais de Glória decidem que o melhor a fazer é tirar o robô dela e dizer a menina que ele fugiu, mas desde então, ela não consegue esquecê-lo e sonha em achá-lo novamente. A história é muito linda e vem com toda uma lição no final, acho que com certeza, foi uma das minhas favoritas do livro.

O segundo conto que mais gostei é o de Harry Bates, Adeus ao Mestre, que conta a história de uma nave alienígena que chega na Terra, trazendo consigo um extraterrestre chamado Klaatu (que parece ser o chefe) e um robô chamado Gnut. No dia que houve a apresentação deles para os humanos, um homem louco deu um tiro em Klaatu que morreu, deixando Gnut parado na mesma posição que presenciou a morte de seu mestre. Um fotógrafo, Cliff Sutherland, percebe com as suas fotos que Gnut não está completamente parado, que ele muda de posição, então decide passar a noite no local onde está a nave alienígena e descobrir se é verdade que Gnut está se movendo. Dá para ver que o conto é bem ficção científica e é super legal, cheio de mistérios e com uma surpresa no final.

O terceiro conto é de John Wyndham, A Máquina Perdida, que conta a história, também, sobre uma nave alienígena que chega na Terra, trazendo um extraterrestre e um robô. Só que a nave acaba explodindo e só o robô sobrevive, tendo que viver no mundo humano onde tenta entendê-lo e achar uma forma de voltar para o seu planeta. O conto é como se fosse um diário do robô, onde ele conta todas as suas experiências. É super divertido, principalmente a reação dos humanos quando o vê.

Tem vários outros contos, todos abordando sobre robôs, para quem gosta de ficção científica, é um prato cheio, por isso adorei! Até me fez lembrar de um texto que escrevi mais ou menos nesse estilo, que um dia vou publicar quando estiver terminado.

1 Comentários:

  1. Nossa! Que legal! Eu sou amante de ficção científica *-------------*

    http://myevery-thing.blogspot.com

    ResponderExcluir