Amor de Perdição


Sou realmente apaixonada por clássicos da literatura (não importando se é brasileira ou portuguesa). Graças as aulas de Literatura, ando descobrindo um bocado de livros interessantes, principalmente os da época do Romantismo, que é minha escola literária favorita. Faz um tempo que minha professora comentou sobre esse livro e contou a história e o desfecho. Mesmo eu sabendo como terminava, estava louca para ler, quando descobri que eu tinha esse livro!

Amor de Perdição conta a história de Simão Botelho, que se apaixona por sua vizinha Teresa de Albuquerque, onde as duas famílias são inimigas. Como o jovem é conhecido por ser rebelde e se meter em várias brigas, o pai de Teresa - além da inimizade - tenta casá-la com seu primo. Com uma história totalmente triste, entre um amor impossível, os dois tentam enfrentar todos os obstáculos para finalmente ficarem juntos.

O começo do livro era um tanto difícil de entender, mas ao decorrer, a história vai melhorando muito ao ponto de você não querer mais largar. Muita gente não gosta de clássicos, por serem velhos e difíceis, mas acho os enredos tão bons, que vencem muitos livros atuais que são extremamente clichês. Sem falar, que o jeito de se escrever antigamente é lindo! As escolhas das palavras são maravilhosas, de uma forma que transpira emoção e sentimentos.

Juro que ao invés de ficar torcendo - apesar de saber o final - para Simão ficar com Teresa, eu torci para que ele ficasse com Mariana. Ela é filha de João da Cruz, um ferreiro que tem uma dívida com o pai de Simão, por isso ajuda-o o tempo todo. Mariana logo se apaixona por Simão e faz de tudo por ele, mas em momento nenhum, pede amor recíproco ou tenta acabar com o romance principal. Como o próprio Simão diz, ela era um anjo e em minha opinião, a personagem que mais se destacou no livro pela dedicação, amor e coragem.

O livro é lindíssimo! Um dos romances mais perfeitos que já li! Indico para todas pessoas, independente de gostarem de clássicos ou não. Nada como páginas velhas e bolorentas para deixar a história melhor ainda.

"Tu virás ter conosco; ser-te-emos irmãos do Céu. O mais puro anjo serás tu... se és deste mundo, irmã; se és deste mundo, Mariana..."

3 Comentários:

  1. Eu também ADORO os livros do Romantismo HAHA. também é minha classe literária favorita...
    Meu professor também já falou muito desse livro, mas ainda não li... Realmente, tenho um pouco de dificuldade com a escrita antiga, mas também, pra quem não gosta, sempre tem as adaptações, né?
    Tipo, apesar de linguagem, eu ADORO o auto da barca do inferno :P é bem simples e tal, mas eu gosto... Ainda mais naquele estilo de roteiro pra teatro...
    Enfim, voce me deixou com vontade de ler esse livro PIUAHSFFPIHAD acho que vou ir em alguma biblioteca(ou livraria) ler Memórias de um sargento de milícias, e quem sabe não acabo lendo esse também? :P

    xx

    ResponderExcluir
  2. AHHHH TAMBÉM ADORO O NOME LUCY *-* Me lembra laço, que me lembra delicadeza e feminilidade. Tenho uma lista de nomes que eu adoro e pretendo pôr em minha(s) filha(s) ( SE, somente se, eu tiver uma, não desejo tanto assim. )Muito obrigada pelo comentário Dasty *-*

    Quanto à resenha do livro : QUE L-I-N-D-O, até eu que não li o livro, só pela sua resenha fiquei torcendo pela Mariana, essas personagens que são como anjos e por muitas vezes passam despercebidas no decorrer da história. Depois que eu li Dom Casmurro fiquei mais adépta aos clássicos, porque ele me surpreendeu totalmente. Beijo :*

    ResponderExcluir
  3. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
    Sou apaixonada por esse livro.
    Tá tão velhinho e usado o meu exemplar, vc não tem idéia de como hauauha
    Camilo Castelo Branco é DIVO!

    ResponderExcluir