Carnaval + Playlist


Eu gosto de Carnaval. Isso mesmo que vocês leram. E eu nem bebi ao escrever esse post. Mas antes vou explicar o porquê antes que me julguem.
Sim, eu gosto de Carnaval. Não do Carnaval “vamos beijar umas trinta pessoas essa noite”, não do Carnaval “vamos beber até cair e passar vexame”, não do Carnaval “hoje é só orgia”, não do Carnaval “Ai se eu te pego e Rebolation”. Não gosto desse Carnaval que tanta gente gosta e também odeia. Eu gosto de outro tipo de Carnaval, o que muita gente acaba não vendo.
Tudo bem, convenhamos que o Carnaval é realmente uma festa carnal. Ele começou na Grécia, bem antes de Cristo, e era um culto de agradecimento aos deuses da fertilidade e realmente tinha relações sexuais nos festejos. Então, não é para menos que a denotação continua até os dias de hoje. Porém, eu não consigo vê-lo dessa forma completamente.
Meus Carnavais raramente foram passados na frente da televisão assistindo as Escolas de Sambas (não que eu ache ruim, porque, sinceramente, eu acho mágico). Eles foram passados no interior, em uma cidadezinha de 8.400 habitantes que nessa época talvez chegue quase a trinta mil ou até mais. Ela é super conhecida na região como a cidade do Carnaval porque possui duas escolas de sambas (parece pouco, mas é muito para uma cidade desse porte) e muitas festividades.
Desde que nasci, eu comemoro o Carnaval nessa cidade. E posso dizer que ele evoluiu bastante através do tempo, porque antigamente eu assistia os desfiles sentada na calçada, hoje eu assisto em uma arquibancada. E é isso que eu gosto nessa festa: a cultura. Sei que parece bizarro falar esse tipo de coisa, mas há cultura no Carnaval e eu consigo ver praticamente o tempo todo. Antes de se escolher um tema para apresentar no desfile, as escolas de samba pesquisam tudo sobre ele, praticamente o vivenciam o tempo todo para no dia tão ansiado, elas poderem passar isso para as outras pessoas. E é isso que eu vejo quando assisto os desfiles.
Para vocês terem uma ideia, eu mesma já desfilei duas vezes. Uma de odalisca em um carro alegórico quando tinha uns nove anos e de borboleta, no chão mesmo, quando tinha uns onze. Apesar de ser bem cansativo, eu achava bastante divertido. Sem falar que meu irmão e eu, todo o ano, ficamos decorando as letras da música para ficarmos cantando de bobeira. Ah, e não é só isso! Eu amo a bateria! Acho a coisa mais emocionante e contagiante do Carnaval. A bateria é praticamente a alma dessa festa, a alma da escola de samba.
Talvez o motivo real de eu gostar do Carnaval é porque eu amo a cultura brasileira. Sei que ela tem seus altos e baixos como qualquer outra, mas se você aprender a vê-la de verdade, notará que ela é incrível. Não peço a ninguém para gostar do Carnaval, porque, sinceramente, ele é orgia, ele tem gente bêbada, gente que só quer aproveitar e não vê nenhum terço do que eu vejo. Porém, Brasil não é só funk, não é só música ruim, não é só gente pelada, ele é muito mais do que isso. Até o samba que eu não gostava muito, comecei a ver de outro jeito. Porque, convenhamos, ser mainstream e wanna-be-england demais às vezes é chato.

Antes de finalizar esse post, decidi criar uma playlist com músicas de Carnaval. Algumas dessas músicas são do DVD A Cidade do Samba. Eu acabei conhecendo esse DVD quando fui fazer vestibular em uma faculdade e eles deixaram tocando no auditório. Quando vi que se tratava de samba, entrei com cara feia no lugar, mas mudei totalmente minha opinião ao assistir. Sério, fiquei até triste quando eles desligaram sem ter terminado o DVD! Achei algumas das músicas tão boas e entrei em conflito com meu gosto musical. Se não quiserem ouvir, aconselho abrir a página das músicas e lerem os comentários: só tem latinos comentando sobre nossa música brasileira e elogiando. Nada de brasileiros. O que há de errado com nós, afinal?


Ivete Sangalo e Juan Luis Guerra - Não Tenho Lágrimas

Roberto Silva e Roberta de Sá - Falsa Baiana (adoro essa música, acho uma graça haha!)

Sombrinha e Revelação - Fogo de Saudade


As músicas a seguir são da trilha sonora de Rio, que eu particularmente gostei demais.


Favo de Mel


Let Me Take You to Rio - Ester Dean feat. Carlinhos Brown

Ararinha - Carlinhos Brown (sinceramente, eu adorei essa música quando ouvi no filme)

Valsa Carioca - Sergio Mendes

9 Comentários:

  1. Carnaval é muito bom, mas eu prefiro os antigos bailes de máscaras hehe Cheguei hoje , mas já estou amando o seu bloge e óh, to te seguindo! Adoraria ter você por lá também, www.spiderwebs.tk

    ResponderExcluir
  2. Com certeza tem muita música brasileira ótima, mas infelizmente ela não é tão difundida quanto as que fazem grandes sucessos e são uma porcaria.
    Eu não gosto de carnaval exatamente por que o que eu vejo por ai são pessoas enchendo a cara e ouvindo músicas de péssima qualidade. Talvez eu gostasse do carnaval se eu pudesse ter visto o tempo em que as marchinhas faziam grande sucesso.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, nem sei como vim parar aqui, mas confesso que me assustei com o seu post, aí parei pra ler... Não gosto de carnaval por causa da apelação. Ok, faz parte da cultura, mas como as meninas aí de cima disseram, prefiro mil vezes os tradicionais bailes de mascara.. São bem mais elegantes. Sinceramente, acho carnaval um pouco brega.. E ah, essa Ararinha, do Carlinhos Brown é fabulosa!

    ResponderExcluir
  4. Ei, tenho a mesma opinião que você sobre a cultura brasileira e o Carnaval. Quando eu era criança gostava dessa época, mas só assistia pela televisão. Aí depois em uma certa época parei de gostar um pouco... agora eu gosto mais! Da alegria das pessoas, das fantasias super elaboradas, dos temas que as escolas de samba tratam. E duas semanas atrás assisti o filme Rio, porque meu irmão queria ver e me apaixonei por ele. Sua trilha sonora é demais. Esse filme me fez gostar mais do Carnaval.

    E posso lhe dizer que de uns tempos pra cá venho valorizando mais as nossas tradições, a nossa história, a nossa literatura, o nosso cinema (realmente, wanna-be-england o tempo todo é chatíssimo. Agora, ser brasileiro orgulhoso da nossa riqueza cultural e admirador dos britânicos é sim maravilhoso).

    ResponderExcluir
  5. Acho que é muito fácil simplesmente ignorar ou menosprezar o que faz parte da nossa cultura. O carnaval é sim uma peça muito importante do Brasil, e concordo com você que o festival de bebedeira e pegação não é nada bacana, mas existe sim o carnaval que é paixão e alegria. Vejo muitas pessoas idolatrando outras mitologias e culturas, mas nem sequer conhece 1/3 do próprio país. temos muito pra oferecer né? ^^

    ResponderExcluir
  6. Bem, eu não gosto de carnaval. Acho que ele se resume à putaria embalada por música ruim. Talvez seja porque eu não gosto da cultura brasileira.
    Mas entendo o q vc quer dizer com isso. Acho até bacana quem tem tanto orgulho e gosta tanto do Brasil mas, sinceramente, eu não consigo. Não tem um dia de carnaval em que eu não feche os olhos e pense "quando eu abrir os olhos eu vou estar nos estados unidos!" hahaha

    ResponderExcluir
  7. eu tambem adoro esse tipo de carnaval! uma pena que pouca gente consegue vê-lo =[ e eu adorei a trilha sonora de Rio! *-*

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  8. Adorei seu post! É com certeza uma visão que as pessoas costumam ignorar. Eu não gosto tannto de ir nos desfiles da cidade onde passo o carnaval, Mariana, porque até chegar lá é um bom chão, mas gostei de quando fui. Gosto da alegria do carnaval, todo mundo dançando e pulando e rindo. Gosto do carnaval de praça às duas da tarde, quando temos músicas do estilo Balão Mágico, aldodão doce e muita gente brincando. Fim, hahaha. Adorei seu post, mesmo. Beijones <3

    Rachel Lima
    http://corujando.org

    ResponderExcluir
  9. eu sou neutra quanto a carnaval, pq aqui na minha cidade não tem - só micareta, que foi o primeiro do brasil e é até feriado... rá, tb detesto gente wanna-be-england HAHAHA

    ResponderExcluir