Uma semana na faculdade

Como vocês bem sabem, eu estou na faculdade. Pensei que isso não mudaria muita coisa na minha vida, mas nesses primeiros dias juro que minha cabeça já virou de cabeça para baixo. As aulas começaram segunda-feira, dia 6, mas como estava com certo receio do trote, acabei faltando. Claro que não perdi muita coisa, afinal só teve um tour pelo campus gigantesco do Mackenzie, palestras, entre outros. Mas no segundo dia de aula, finalmente estava preparada para encarar.
Eu nunca andei sozinha de metrô e ônibus. A única vez que mais pode ser considerada “sozinha” foi quando fui com meu irmão que sabia menos do que eu sobre esses meios de transporte. Por sorte, nas férias eu andei um bocado de vezes de ônibus e metrô com meus pais e fui umas três vezes na minha faculdade resolver uns negócios. Então eu já conhecia totalmente o caminho, sem erros.
Provavelmente pessoas normais entrariam em pânico por terem que enfrentar isso sozinhas, mas como sou lenta e a ficha demora para cair, não surtei em nenhum minuto, fiquei bastante calma. Mas é claro que essa viagem exigiu bastante de um corpo sedentário igual ao meu que sempre estudou próxima a escola e a cursos.
Quando entrei no campus, foi só alegria. E também me perdi um bocado de vezes. Como eu tinha que resolver uma papelada, tive que ir a diversos lugares e os primeiros amigos que fiz foram os seguranças que me ajudaram a chegar ao meu objetivo. Acho que foi a primeira vez que eu me senti adulta de verdade, com dezoito anos e tudo mais. A sensação de cuidar das suas próprias coisas e correr atrás dos papéis que precisava só mostrou que realmente de fato estou começando a ter responsabilidade. Ou não.



De qualquer forma, isso foi bastante fácil. O difícil mesmo é fazer amigos. Eu sou extremamente tímida e introvertida, mesmo que não pareça. É claro que eu nem sempre fui assim, então há momentos que bem lá do fundo surge minha alma extrovertida e eu consigo fazer amigos facilmente como aconteceu no show do Tokio Hotel e no Meeting Nacional Lolita. Então quando eu encontrei aquela quantidade de pessoas do meu curso eu simplesmente não sabia o que fazer. Não sabia nem por onde começar, quem escolher para ser amigo. Juro que pensei que iria ficar sozinha até eu me formar. Mas tudo mudou quando decidi ir para o banheiro com várias meninas, para nos trocarmos e vestirmos as camisetas do Mackenzie.
Eu era uma das últimas da fila e eu tinha falado brevemente com uma das meninas sobre a divisão de salas quando entrei no Box. Estava lá me trocando, quando de repente ouvi alguém falando meu apelido, “Danny? Danny?”.


Obviamente não podia ser eu porque eu não tinha dito meu nome a ninguém, então ignorei. Mas quando abri a porta, lá estava a garota que eu acabara de falar. “Ei, Danny! Estamos te esperando lá fora!”. Vocês não têm ideia da minha felicidade quando percebi que alguém queria fazer amizade comigo. Mas como diabos ela sabia meu nome? Foi então que descobri que era o meu colar. Eu tenho aqueles colares com meu nome igual cachorro de madame perdido. Porém, foi graças a isso que consegui fazer amigos.
Não teve aula nesse dia porque foi o Trote Solidário, que não é o trote comum que conhecemos e sim uma forma de dizer aos novatos “Bem-vindo!”. Nesse dia há shows, gincanas, lanches e uma apresentação dos principais clubes da faculdade (a agência júnior, os esportistas, a bateria, a Aliança Bíblica Universitária, etc).Também é uma forma de você conhecer pessoas de outros cursos.
O Trote real mesmo foi quarta-feira e não segunda como eu pensava. Eu havia me enganado. As aulas dos veteranos só começariam quarta-feira e não segunda, ou seja, o trote ainda aconteceria. Eu não tenho propriamente medo do trote, eu tenho nojo mesmo. Sou daquelas pessoas chatas que odeiam se sujar, ainda mais quando isso é feito de uma maneira extremamente exagerada. Sem falar que rola toda aquela bebedeira que eu não curto muito. Não vejo muita graça em trote mesmo muitas pessoas achando legal e quando eu for veterana, não vou fazê-lo. Sim, sou careta. Por isso eu fui preparada, levei outra roupa e iria tentar ao máximo escapar dos veteranos. E adivinhem só? Não fui pega! Como cheguei bem mais cedo e também fui embora cedo, acabou que não me pegaram.
O bom é que foi quarta que começaram de fato as aulas e eu pude conhecer um pouco dos professores e das matérias. Devo ser uma das poucas pessoas que está realmente ansiosa para estudar e aprender um monte de coisas. E sabem de uma coisa? Estou adorando! É claro que tem matérias que realmente não me agradam muito, mas há outras que tenho certeza que vou adorar. Os professores também parecem ser bem legais e alguns são bastante doidinhos.
Essa semana foi MUITO cansativa. Nunca andei tanto na minha vida. Nunca me cansei tanto. Mas só de chegar à faculdade eu já me sinto bem melhor. Sei que talvez com o tempo eu vou desejar muito ter férias, porém, espero que isso demore um pouco para acontecer porque estou me divertindo muito. Para você ter uma ideia, até andando de ônibus lotado com São Paulo alagada eu me divirto. Adoro observar a cidade pela janela, adoro ficar observando as pessoas. E nada como um passeio com os amigos no shopping Higienópolis, tomando o frapuccino geladinho da Starbucks, para fechar essa semana com chave de ouro. Faculdade, lá vou eu!

9 Comentários:

  1. Dasty, mais uma vez, meus parabéns! E boa sorte com faculdade, ônibus, metrô, alagamentos, amizades... :) Adorei saber como foi as coisas neste começo das aulas, o post ficou interessante e engraçado.

    ResponderExcluir
  2. Confesso que me divertir lendo o post, ficou engraçado e essas gifs no meio, ficaram melhor ainda.
    Parabéns e boa sorte com a faculdade. (:
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Aiai, dá uma saudade de estudar quando vejo o povo falando sobre escola, faculdade e cursos. Faz tempo que eu não sei o que é isso, mas espero poder voltar o quanto antes.
    Acho que você é uma das poucas pessoas que consegue se divertir pegando ônibus em alagamento kkkk, eu mesma detesto pegar ônibus, metrô ainda vai, mas ônibus pra mim é um grande castigo.

    ResponderExcluir
  4. Faculdade é um negócio muito bacana mesmo!
    Eu tive que parar por um tempo mas logo estarei de volta! lendo seu post já senti saudades!

    ResponderExcluir
  5. Awwnm que lindinho! KASDJALKSDJ Sério, é estranho mas deu até orgulho, e imagino que é basicamente isso o que você deve estar sentindo também, além de muitas outras coisas.
    E essa é a farda?? Parece uma daquelas blusas daqueles acampamentos super legais, sabe? Achei lindíssima, adoro esse tom de azul e fica perfeito com o dourado. Enfim.
    Minha vida é pegar ônibus, como estudo fora da minha cidade, tenho que pegar dois pra chegar lá e dois pra vir, dá uma sensação de liberdade mesmo, de andar com as suas próprias pernas, e eu adoooooooro vento na cara, me divirto demais nos ônibus da vida também, o ruim mesmo é a espera, ao menos o meu ônibus às vezes demora demaaaais pra passar, e como quando eu vou pegá-lo já estou cansada, fico super impaciênte e com um humor péssimo.
    Me senti assim quando fui pra minha escola pela primeira vez, da 5ª até a 8ª série eu estei num colégio que ficava super perto da minha casa, tanto que ia e voltava a pé mesmo, depois que fiz a prova de seleção pra entrar no Institudo Federal, e passei, tudo mudou, ganhei mais liberdade em casa pra sair, porque eu raramente saio pra me divertir, porque né, eu vou e volto sozinha de um colégio que é fora da minha cidade, why não posso ir ao shopping que é pertinho da minha casa? Mas também me cansei demais, acordo às 5 da manhã pra ir pra lá e tinha vezes em que eu chegava em casa às 9 da noite, por conta de trabalhos, alguns eventos que valem carga horária e etc.
    Vixe! Também ODEIO esse negócio de trote, acho uma coisa muito sem noção e também sou careta, odeio essas bebedeiras (porque o povo costuma ficar mais sem noção do que já é) e não concordo com algumas "brincadeiras" de mau gosto, quando entrei nesse colégio, também teve o trote pra os calouros, e eu não fui pega, com a glória do senhor. E quando eu finalmente passar na faculdade, se alguém vier querer raspar minha sobrancelha, vai levar tapa.
    Nha, e que legal esse Trote Solidário!
    Espero que dê tudo certo na tua vida de universitária, e que tu se apaixone cada vez mais pelo que tá cursando. Adorei o post, Dasty! Beijo. :D


    Ps: Ahh, eu não comprei o kit de O Céu Está Em Todo Lugar, não sei se vende, acho que só a editora que manda pra os parceiros, enfim, se tivesse pra comprar, sem dúvida eu o faria, achei muito lindo!

    ResponderExcluir
  6. muito lgl! que bom que vc tah se dando bem na faculdade! *-* mal posso esperar esse ano acabar pra mim, não aguento mais escola!! D: usahashuashuas quero passar logo numa faculdade bem boa, sair da minha cidade e curtir a vida (e os estudos) a doidado \o/

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  7. parabéns pela entrada na facu Dasty, é Publicidade e Propaganda né? foda! teve uma época que eu queria muito fazer esse curso, mas percebi que não era isso que realmente queria.
    bem boa sorte na facu!
    ps. eu sei que você não gosta, mas minha sincera opinião acho que você perdeu um dos melhores momentos da vida de universitário o TROTE. claro que sou contra esse negocio de bebida e atos violentos. mas levar tinta é algo que realmente eu quero quando eu entrar na facu. e também raspar o cabelo zerinho! *-*

    ResponderExcluir
  8. AHHHH! que feliz eu to por você, minha faculdade so começa em agosto, to muito ansiosa, ainda mais porque sou uma pessoa muito perdida e minha faculdade não é faculdade, é universidade, é enorme, eu me perdi umas 4 vezes quando fui fazer a matricula, eu também tava morrendo de medo do trote, mas acho que nem vai ter.
    Nhaa! parabéns pra você ;*

    ResponderExcluir