Aventuras mirabolantes na faculdade

Era aula de Percepção e Criatividade. A professora tinha dito que íamos fazer um teste para descobrir qual lado do cérebro usamos mais, se o esquerdo (também chamado de lado masculino) ou o direito (lado feminino). Eu estava ansiosa para descobrir, afinal adoro esses testes bacaninhas que dizem coisas que você sempre acaba se identificando.


Então, a professora começou a passar as perguntas e tínhamos que escolher uma das opções. Conforme fui analisando-as, tive praticamente certeza que meu lado daria esquerdo, que geralmente é o lado mais sério e perspicaz. Ou talvez, daria o misto, porque também estava assinalando muito à alternativa “b”. Quando terminamos, tínhamos que contar quantos assinalamos. As minhas alternativas “a” e “b” empataram, mas a “c” acabou ganhando com pouca diferença. Depois tínhamos que multiplicar, somar e fazer umas contas até dar um número e o meu foi 75.
A professora mostrou um gráfico para gente para poder identificarmos qual lado nosso cérebro é. O meu era totalmente masculino. Mas, antes que perguntem, isso não tem nada a ver com a sexualidade, é só o modo de pensar mesmo. Até aí, tudo bem, mas comecei a perguntar para as outras pessoas quanto elas tiraram e foram todos números altíssimos, até garotos. 200, 150, 120, por aí. Apesar de não perguntar para os setenta alunos da minha classe, decididamente a minha foi a mais baixa de todas. Meu cérebro era muito mais masculino do que dos próprios homens!
– As pessoas que usam mais o lado direito – disse a professora – São aquelas pessoas super criativas. Também são emotivas, sensíveis, tem apreciação pela música e artes. As mistas usam os dois lados. As pessoas que usam o lado esquerdo são mais ligada a lógica, contas, matemática, escrita e são sem criatividade.


SEM CRIATIVIDADE.
SEM CRIATIVIDADE.
SEM CRIATIVIDADE.
SEM CRIATIVIDADE.



Eu quase tombei da cadeira. Como assim sou uma pessoa sem criatividade? Isso não pode estar acontecendo comigo! Desde que me conheço como gente minha alma é a criatividade. Sempre gostei de inventar. Tudo bem, eu amo muito escrever e isso está ligado diretamente ao lado esquerdo. Mas eu não escrevo artigos científicos, eu escrevo fantasia e ficção. Eu adoro desenhar, aprecio música e também adoro dançar mesmo não sabendo muito bem. E eu nem gosto de exatas, por isso estou em publicidade em um prédio de comunicação!
Quanto também a personalidade, confesso que sou mais do lado esquerdo. Não sou uma pessoa emotiva (tirando aqueles dias malditos que todas as mulheres choram por qualquer coisa, inclusive eu), nem muito romântica, amorosa e sensível. Sou muito na minha, às vezes chego a ser meio fria, mas nada escandaloso. Eu sei dosar bem quando devo ficar pulando por aí e esbanjar alegria e quando devo ficar séria. Porém, sempre descarreguei todas as minhas emoções na escrita, desenho, música e teatro. O que eu não mostro na realidade, mostro na criação. Não é possível eu ser tão do lado esquerdo assim! Minha vida é uma mentira!

Brincadeira, isso é apenas um teste bobo. Sei que a professora leva a sério totalmente, mas eu não vou levar. Isso não sou eu. Mesmo assim, fiz questão de chegar em casa e procurar o teste no Google. Acabei não achando, mas achei outro que dá na mesma. Fiz e adivinha qual foi o resultado? Cérebro misto. É isso que eu sou e tenho certeza absoluta. Consigo mesclar os dois lados dependendo da situação. Porém, para todos que ficaram espantados com minha nota tão baixa, vou mostrar para eles o quanto sou criativa, HÁ!

7 Comentários:

  1. Até eu queria fazer este teste!
    Muita gente leva a sério estas coisas, eu só acho divertido e às vezes dá pra perceber coisa na gente que nem tínhamos notado.

    ResponderExcluir
  2. Adoro esses gifs para ilustras as coisas! Dão mais veracidade, sei lá... hehehe

    Ah! Eu gostaria muito de fazer esse teste! Poderia ter descolado pra gente, hein Dasty! :P

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    http://www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  3. GEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEENTE! Eu ía ficar louca se alguém dissesse que eu não tenho criatividade, acho que ía matar um.
    Queria fazer esse teste também, posta aí! xD
    Ih... Eu acho que em todo lugar tem prostituição porque ganhar dinheiro fácil é, infelizmente, uma coisa atraente especialmente para as jovens.
    Assista sim! É ótimo e não é daqueles que fazem a protagonista se dar bem independente da situação e dos seus atos só porque é protagonista.

    ResponderExcluir
  4. Posso dizer que eu ri muito com o seu texto parcialmente (?) revolts? kkk'
    Acho que eu ia ficar muito pirada com um teste desses por isso que eu não faço, kkk'
    Só eu posso dizer onde eu posso chegar e se eu sou criativa ou não, ruuun.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  5. Eu acredito que todo mundo pode ser o que quer ser (com algumas pequenas limitações, obvio) quando eu era menor, eu fiz um teste vocacional e deu que eu tinha jeito pra ser engenheiro. Mas eu ODEIOOO MATEMATICA!! Desde que eu conheçi a publicidade eu quis porque quis ser publicitário!! E eu estou adorando isso! O meu teste deu 200, meu cerebro eh feminino quase medio. >.<

    ResponderExcluir
  6. Vamos levar para aquele lado de que toda regra tem sua Exceção e você deve ser uma delas, afinal de contas ninguém consegue explicar como funciona o cérebro humano em todos os seus detalhes.

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei muito desse filme...e nao exagero na parte que ele esta depressivo pois e assim mesmo eu ja tive depressão profunda e tudo que passa naquele filme e verdade....eu me identifiquei muito com ele...e meu filme favorito

    ResponderExcluir