Novos companheiros

Isso pode soar meio potteriano, mas acredito que não é você que escolhe um livro, é ele que escolhe você. Pode parecer que você tem o poder de escolha ao ver uma capa ou uma sinopse e dizer para si mesmo "Preciso desse livro!", mas foi ele que conseguiu entrar em sua mente e fazer querê-lo. Também acredito que há tempo certo para se ler. Sabe aquele livro que você leu e não gostou, mas, depois de anos, decidiu reler e gostou da história? Então, tem livros que para maior entendimento exigem maior maturidade ou conhecimento ou simplesmente um novo ponto de vista. E esses dias, posso dizer, fui escolhida por três livros.
Lá estava eu no bazar de um asilo com meu avô. Ele sempre visita esse lugar porque dá para conseguir coisas boas que custam bem pouco. Foi lá que consegui praticamente todas minhas câmeras. Porém, sempre que visito, na seção de livros quase não há interessantes, porque geralmente são livros médicos e dicionários. Só que dessa vez foi diferente.

Sempre tive vontade de ler Agatha Christie, mas nunca tive a oportunidade, é claro, até agora. Nem acreditei quando achei um livro dela lá em perfeito estado! Na hora tive certeza de que precisava comprá-lo! E fiquei pensando como diabos alguém poderia abandonar um livro como esse. E para vocês terem uma ideia, paguei apenas dois reais nele.

O segundo achado foi um livro que eu estava LOUCA para ler. Já li um livro de Tolstói chamado A Morte de Ivan Ilitch e queria muito ler Guera e Paz. Já tinha ouvido falar sobre Anna Karênina, mas minha vontade só aumentou quando vi o trailer lindo do filme que estreará esse ano nos Estados Unidos e parece que só ano que vem no Brasil. Antes de assistir, queria ter a oportunidade de ler para saber se o filme é tão bom quanto aparenta. Então, nem acreditei quando achei o livro no bazar do asilo. Ele estava sem a capa, porém, meu avô já colou para mim, então ele está pronto para ser lido.

E agora o último e mais esperado livro. É claro que eu não o achei no bazar do asilo, esse livro é raríssimo e era o que eu mais desejava nesse mundo. Já li muita coisa sobre meu escritor favorito, Álvares de Azevedo. Não só Noite na Taverna, Macário e Lira dos Vinte Anos (ainda falta Conde Lopo e Frá Gondicário), como  livros sobre sua vida, pesquisas acadêmicas sobre seu estilo de escrita e até livros seculares como três e-books que tenho no computador, escrito e organizado por um dos seus amigos mais próximos, Jacy Monteiro.
Eu conheço e sei muita coisa sobre ele, porém, eu só consegui achar poucas cartas suas pela internet, ou seja, a parte mais pessoal sobre sua vida, eu desconhecia. Por isso, quando descobri que havia por aí algumas edições de 1976 com todas as cartas dele que foram achadas, soube que precisava dela. Porém, o único jeito de consegui-lo, seria através de sebos e foi o que eu fiz. Pensei que o livro fosse fininho, mas não, tem realmente bastante cartas e fiquei feliz ao constatar isso. Consegui-o por apenas quinze reais que valeram a pena.
Já comecei a ler e fiquei feliz porque além das cartas, ainda há bastante notas de rodapé explicando muitas coisas da épocas e pessoas que ele conhecia e citava nas cartas. E finalmente descobri quem eram as duas mulheres misteriosas: N. M. e D. Q. Você pode achar a cartas sobre elas facilmente na internet, só que sempre há o comentário de que não se sabem quem são. Pois, vos digo que são: Laura Milliet e Olímpia Coriolana da Costa (que foi esposa de Gonçalves Dias). Houve um erro de cópia, em vez de N. M. o certo é L. M. e em vez de D. Q. é D. O. que significa Dona Olímpia.
Ainda estou na metade do livro, por isso, ainda não tenho muito a comentar. Porém, estou adorando! É uma grande fonte de informação. Um dia ainda faço um post especial sobre o escritor que foi inspiração desse blog.

8 Comentários:

  1. Eu tenho essas surpresas lindas sempre que vou nos sebos daqui. Tanto que eu já desisti de comprar livros em livrarias, atualmente eu só compro em sebos, feirinhas ou em lojas virtuais tipo o Submarino (e aquela obcessão por ficar tocando livro em livraria eu escondo no bolso, haha).

    Eu tenho O caso dos Dez Negrinhos da Agatha Christie aqui, mas ainda não puxei coragem pra ler. Ele tá muito velho, e cada vez que eu pego pra ler eu quase solto meus pulmões pelo nariz de tanto espirrar então não vai rolar. D:
    E cara, que capa linda a do livro do Tolstói. Você já viu as capas desse mesmo livro em livraria/ submarino da vida? Elas são meio estranhas, é uma mulher pintada no melhor estilo livro clássico feito pra ler no final do semestre na aula de português (livros que eu odeio, por sinal). Mil vezes esse seu livro aí. De que ano ele é?

    E o Álvares de Azevedo eu só li um livro dele até hoje, que foi o Noite na Taverna. E como eu li obrigada, não posso dizer exatamente que gostei.

    Também acredito que o livro escolhe o dono. Desde que eu li A sombra do vento eu tenho essa idéia na cabeça, e é por isso que eu quase não acompanho informações de lançamentos ou resenhas pela internet (apesar de fazer as minhas): porque eu só compro se eu olhar pra capa dele e o meu "sexto sentido" disser que eu não vou me arrepender. :B

    taiyounorakuen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adooooooro quando acho coisas legais no sebo o que quase sempre acontece comigo, fico tão animada :D
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  3. Quero ler esse do Álvares de Azevedo, já tinha escutado falar sobre ele, e achei a capa tão magnifica que ele me chamou, sabe? vou procurar por ele.

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente os sebos daqui não são tão barateiros assim, nunca vi um livro por 2 contos lá, e se tiver, com certeza não estaria nesse estado perfeito nem seria da Agatha. Cara, achei esse daí super lindo! Sou louca pelos livros dessa mulher, acho que só li uns 4, o melhor pra mim foi O Natal de Poirot, mas os outros não ficam por baixo, acho que ela escreve super bem e quando eu leio é como se eu tivesse assistindo a essas novelas ou filmes antigos, os personagens são demais e a estória me prende muito, como os livros, pelo menos a maioria deles, são bem curtos, a gente lê rapidinho, não tem como não ser fã de Poirot. Eu infelizmente não li nenhum com a Miss Marple, mas lá no colégio tem um bocado de livro de Agatha e eu acho que vi um com ela, quando eu tiver oportunidade lerei lindamente. E Dasty, me diz se esse é bom mesmo quando tu ler, pufavô? D:
    Já vi uma resenha sobre Ana Karênina e pelo visto o livro é dos bons mesmo, além da vida dos personagens, a gente percebe muito do contexto histórico, o que eu acho que é muito vantajoso.
    AMO livros como esse nesse estilo, que contém cartas, achados etc, é como se a pessoa tivesse um museu em mãos, acho que é por isso que eu gosto tanto de O Céu Está Em Todo Lugar, ok que são TOTALMENTE diferentes, mas a personagem principal desse último costuma escrever em qualquer lugar/objeto e como o livro mostra esses lugares/objetos eu acho muito incrível, parece um tipo de diário ou algo do tipo, quando eu vi o livro pela primeira vez fiquei apaixonada. ♥

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que legal! Aqui tem poucos sebos, mas me faço na Estante Virtual. Concordo com você quanto a isso do momento para um livro: as vezes simplesmente não é a hora...
    Não tenho uma 'fixação' (no sentido positivo) com um autor, mas gostaria de ter. Infelizmente, nenhum me encantou assim ainda...

    ResponderExcluir
  6. Pára tudo! Agatha Christie? Sou viciada! Esse é um dos melhores, o final é absolutamente sublime! Tantos mistérios num só livro... Muito, muito bom!
    Os meus favoritos da Agatha Christie são "O Caso dos Dez Negrinhos", "Assassinato na Casa do Pastor", "Cartas na Mesa" (amo!), "Morte No Nilo"... Sei lá, tantos! Mas o meu favorito de todos é "O Assassinato de Roger Akroyd". O melhor final de um livro de mistério que eu já li.
    Beijinhos

    http://b-lieve.net

    ResponderExcluir
  7. Estão vendendo Agatha Christie por 2 reais? rs
    o foda é que eu já tenho todos os livros dela. O meu favorito é um gato entre os pombos. Se desse pra passar objetos pela internet, eu te emprestaria. E aí você me emprestaria as cartas do Álvares quando terminasse.

    obs: eu ia criar um tumblr, mas me disseram que tumblr tem muita viadagem e eu não ia aguentar uma semana rs

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros "velhos", amo aquele cheiro tradicional de livro sabe?

    Quero muito ler Anna Karenina, principalmente por causa do filme. Espero conseguir ler antes que chegue ao cinema...

    Beijo!
    milalices.blogspot.com

    ResponderExcluir