Diga-me seus motivos

Existem coisas capazes de prender sua atenção. Talvez uma briga na rua. Alguém com um cabelo ou roupa estranho. Ou até alguém falando ao telefone. Porém, existem coisas mínimas que são capazes de prender minha atenção e fazer estalar o meu lado “Watashi, kininarimasu” (simplificando, é meu lado curioso).
 
Por exemplo, esses dias eu estava no ônibus quando um homem chamou minha atenção. Não era por causa da sua aparência já que estava de costas para mim. Também não tinha nada a ver com o seu cabelo ou roupa. O que me chamou atenção era o fato de ele estar sentado no banco do corredor e não da janelinha, que estava vazio. Talvez o motivo fosse simples: ele iria descer no próximo ponto. Porém, ele não desceu nem no próximo, nem nos seguintes. Ele desceu no terminal junto comigo.

Enquanto eu não o via descer, comecei a elaborar motivos para uma pessoa sentar no banco do corredor. Convenhamos, a maioria das pessoas preferem o banco da janelinha. É mais confortável, você pode ver a paisagem e não tem perigo de cair da cadeira por causa dos movimentos bruscos. Por que, então ele sentou justamente ali? Bastava eu perguntar, mas seria muito intrometido da minha parte. Então, fiz uma lista.

a) Ele gosta de sentar no banco do corredor. Pode ser chocante, mas devem existir pessoas que preferem;

b) Ele tinha alguém importante que gosta de sentar no banco da janelinha. Como sempre ia com essa pessoa no ônibus, ele se acostumou a sentar do lado, por isso faz isso mesmo quando ela não está;

c) Olhar para a paisagem em movimento causa tontura;

d) Apostou com algum amigo que consegue ficar no banco do corredor sem se segurar e sem cair;

e) Sentando-se no banco do corredor, impediria de outra pessoa sentar ao seu lado;

f) Queria apenas fazer algo diferente no seu dia;

g) Não tinha certeza se estava no ônibus certo, então decidiu ficar ali para sair mais rápido caso percebesse que estava no caminho errado;

h) O banco ao lado estava sujo, com chiclete ou molhado;

i) Ele tem um amigo imaginário ou vê espíritos;

j) Decidiu colocar sua mala no banco da janelinha em vez de colocar no chão;

k) O banco do corredor estava mais confortável;

Esses foram alguns itens. Não sei se algum deles corresponde a verdade ou se não cheguei nem perto. Mas acho que esse mistério é tão instigante quanto o de quem veio primeiro, a galinha ou o ovo? Na verdade, acho que é muito mais.

E você? Gosta de sentar no banco da janelinha ou do corredor? Tem algum palpite sobre a escolha do homem?

9 Comentários:

  1. Eu prefiro sentar no corredor também, sabia? É mais fácil de sair quando eu chego e eu não fico sufocada em um canto!

    ResponderExcluir
  2. Gosto de sentar na janelinha,é mais confortável,como vc falou rs

    ResponderExcluir
  3. gente, se eu tivesse no ônibus você iria me analisar!
    Eu prefiro a cadeira do corredor! haha

    Como a Andrea disse, pela facilidade na hora de descer! haha
    =)

    ResponderExcluir
  4. Não sei em que banco eu gosto de sentar. Por aqui, só de achar um banco eu to feliz! hahaha

    Quando viajo de ônibus sozinha, interestadual e tal, vou no corredor porque tenho medo que um psicopata sente ao meu lado. Do corredor dá para fugir com mais facilidade. Sério.

    Beijo!
    www.milalices.com.br

    ResponderExcluir
  5. Haaa... sempre sento na janelinha, a menos que vá descer logo! Mas, conheço várias pessoas que preferem corredor!

    Meu pai, por exemplo, sempre pega corredor em viagens de avião! :P

    ;*

    ResponderExcluir
  6. prefiro o corredor, não sei bem por que..

    ResponderExcluir
  7. Cara, amo tua capacidade de escrever tão bem sobre essas coisas "pequenas" do dia a dia. Enfim, estranho demais mesmo que ele tenha sentado no banco do corredor! Eu sinceramente acho milhões de vezes mais desconfortável, até pq desço em uma das últimas paradas do meu bairro, então não tem isso de ficar mais fácil pra sair...

    ResponderExcluir
  8. Eu prefiro mil vezes a janelinha também, ainda porque impede que o que você disse no "e" aconteça. Acho mais chato alguém ficar de pé por ter vergonha de me pedir pra sentar do meu lado (Não que eu não iria oferecer, mas as vezes passaria despercebido) e eu não teria de levantar caso alguém quisesse (Preguiça reina). Sem contar que ver a paisagem, mesmo que seja rotineira, é sempre uma viagem à parte.

    ResponderExcluir
  9. Matéria muito legal,prefiro a janelinha pra ver a viajem toda em quanto não chego ao meu destino :)

    http://lifeiiswounderful.blogspot.com.br/

    Beijos

    ResponderExcluir