Faça sua história


Quando eu comecei o blog, o intuito era um cantinho para eu poder escrever contos. Foi ideia da minha mãe, que me motivou já que meu sonho era e é ser escritora. O problema é que sempre tive preguiça de escrever contos. Gosto mesmo de escrever histórias longas e complexas. De ficar horas pensando na personalidade dos personagens, em suas manias e porque eles são daquela forma. Em contos, tudo é misterioso demais, não se fala muito sobre os personagens e geralmente termina-se de forma: “deixo para sua imaginação o epílogo”.

Mal eu sabia que hoje a personagem principal do meu blog seria eu mesma. Foi meio difícil aceitar o fato, afinal nunca gostei de falar muito da minha pessoa. Porém, isso mudou. E tudo isso foi graça a dezenas de blogs pessoais que leio por aí, de pessoas que não conheço, mas que falam tão bem de si mesmas e de seu cotidiano que pensei: por que não?

Confesso que hesitei. Várias vezes. Eu não gostava de saber que várias pessoas saberiam do que penso, do que gosto e desgosto. Mas, afinal, não vou ser escritora? Quem sabe algum dia, em um futuro distante, eu não vou ter minhas obras fatiadas e analisadas psicologicamente por estudiosos? Medo do que? De ser eu mesma? E foi assim que começaram os posts sobre acontecimentos da minha vida.

Pensei que ninguém iria gostar deles e que seriam enfadonhos, mas, segundo a pesquisa que fiz aqui no blog, os posts que os leitores gostam mais são justamente sobre minha vida. Quem diria? Minha vida que acho um perfeito tédio chama atenção de outras pessoas. E é bom saber disso, porque há tanto medo de exposição na internet, tantos blogs anônimos (incríveis, diga-se de passagem), tantas críticas, tanta gente para apontar o dedo para você, que é difícil falar sobre nós mesmos. Somos julgados o tempo todo.

E a internet veio para isso, para mostrar que podemos ser nós mesmos mais do que nunca. Aqui, as críticas não são tão fortes e cruéis se você tem pelo menos uma pessoa que aprove o que faz. O tempo todo existirá abutres em busca de carne fresca, olhando atentamente para você, esperando que morra no deserto. O que eles não sabem é que quem está morto por dentro são eles. Você continuará firme e forte enquanto tiver ambições e sonhos. E ninguém poderá tirar isso de você. Ninguém.

“Esse texto faz parte da blogagem coletiva promovida no Depois dos Quinze

8 Comentários:

  1. Adorei o texto!!!
    Blog é realmente uma auto descoberta
    Beijos
    www.chadatarde.com

    ResponderExcluir
  2. Posts pessoais são legais. Sei lá, são interessantes. Eu sou muito eu no meu blog. Até demais. Assustadoramente eu rs
    Engraçado, o motivo pelo qual você não gosta de contos são exatamente os motivos pelos quais eu gosto deles.

    ResponderExcluir
  3. Eu não consigo escrever sobre mim ou falar de mim para os outros, acho que não renderia muito numa sessão de terapia:)
    Eu gosto dos seus post mais pessoais, e pra ser honesta eu evito os blogs totalmente pessoais, é que não faz meu estilo.
    Eu tenho pavor de exposição na internet, eu não tenho flickr e nem fotos em perfis de blog ou twitter. Eu sou muito tímida e o anonimato é muito confortável.

    ResponderExcluir
  4. Resisto um pouco a falar de mim mesma também. Muito, na verdade, mas acaba sendo inevitável pelo meu jeito de resenhar livros e filmes...

    ResponderExcluir
  5. Nossa, ótimo texto. Eu acabo falando um pouco de mim no blog também, não tanto, mas quando é pra falar, falo sim, sem medo.
    "O que eles não sabem é que quem está morto por dentro são eles. Você continuará firme e forte enquanto tiver ambições e sonhos. E ninguém poderá tirar isso de você. Ninguém." É a parte que eu achei mais linda e verdadeira do post! Muito boa.
    Ninguém pode impedir nosso sucesso, de realizarmos nossos sonhos.
    Beijos!

    http://www.quasedescolada.com

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente na vida real não é tão fácil ser nós mesmos quanto na vida virtual =/

    Tem post novinho no Sugar Dance, e theme novo também! Corre lá conferir!

    Bjos e bom final de semana =)

    Camilla Martins - sugar-dance.org

    ResponderExcluir
  7. Ah eu respondi a pesquisa dizendo que gostava muito dos seus post pessoais, mas não lembro se falei anonimamente ou se deixei o nome xD
    Mas sinceramente? gosto muito deles mesmo, adoro ler sobre as suas aventuras no cotidiano. Você faz parecer muito mais divertido do que realmente é ;D

    ResponderExcluir
  8. Pior que é verdade, a nossa vida sempre acaba atraindo a atenção das pessoas. Bem, eu não sei se aminha atrai muito haha, também nao é meu ojetivo. Masé muito engraçado, como a gente tem essa diferença de escrita. Eu preferi escrever sobre coisas que passam pelo meu dia a dia, e voce gosta de coisas que nao tem nada a ver com voce :D Por isso eu gosto tanto de conhecer outros escritores. Mas sabe eu tambem gosto de criar personagens complexos e tudo o mais, eu sempre acabo criando aquilo que eu queria ver na literatura contemporanea do Brasil :) bjs
    www.naquelemomentoeujuro.blogspot.com

    ResponderExcluir