Hannibal


Que sou fã de serial killers, psicopatas, psicóticos e pessoas perturbadas, não é segredo. Porém, leio mais sobre isso do que assisto. Não vi nenhum dos filmes sobre Hannibal, nem mesmo li os livros (que fui saber recentemente que existem). Mas, depois de ler tantos reviews bons sobre essa série da NBC, decidi dar uma chance para um dos psicopatas que nunca chamou muita minha atenção, por mais que seja o mais conhecido, praticamente um ícone.

A história é baseada no livro Dragão Vermelho de Thomas Harris, criador do Hannibal. Apesar da série se chamar Hannibal, ele não é o personagem principal, e sim um professor chamado Will Graham (vivido pelo adorável Hugh Dancy) que tem um dom pra lá de especial e terrível: ele consegue analisar o local de um crime e se colocar no lugar do serial killer como se ele próprio tivesse cometido o assassinato. Will consegue criar em sua cabeça toda a cena e entender o que o serial killer acredita e por que ele matou. É por isso que o FBI acaba contratando-o para ajudá-los a resolver uma série de crimes cometidos por diversos assassinos, incluindo, é claro, o nosso querido Hannibal.


É possível se apaixonar por uma série? Porque simplesmente estou encantada por ela! Hannibal é diferente de qualquer outra série que está sendo produzida por aí, por começar pela fotografia lindíssima. Dá para ver que houve todo um cuidado da equipe para transformar a morte mais brutal em algo de encher os olhos. Até os pratos que Hannibal faz com carne humana, ele faz de maneira tão bonita e atrativa, que em vez de repulsa, dá fome (não sou a única que penso assim!). Todos os serial killers que aparecem durante a série tem um "quê" de artista, nenhum deles apenas "mata", para uns matar significa troféus, humilhação ou até apoteose. A simbologia utilizada na série é fantástica e estonteante. Mesmo assim, tudo é brutal e carrega muitas vezes um humor negro. Não é uma série para quem tem estômago fraco.

Hannibal entra na história também para ajudar o FBI a traçar o perfil psicológico de um psicopata. Ele acaba fazendo amizade com Will e tornando-se seu psicólogo, após este passar por uma situação traumática. Hannibal não deixa barato (e nem o seu ator, Mads Mikkelsen), dono se uma personalidade incrível, charmosa e fria, com certeza ele vai acabar conquistando você. É difícil não admirar a forma perspicaz e psicológica que ele encara as pessoas e as situações. Ele também é extremamente fino, como disse anteriormente, é impossível não ficar com fome vendo-o fazê-los seus pratos e servi-los a outras pessoas com um bom vinho (quase todo mundo da série também é canibal e nem sabem).

Fala sério, até você não resistiria.
Enquanto acho a personalidade de Hannibal forte, a de Will é delicada. Lembra-se que falei do dom dele? Bem, aquilo fá-lo ter alucinações. Ele sofre de insônia e às vezes não sabe se está acordado ou sonhando. Em muitos episódios você terá aquela vontade de “pegá-lo no colo e cuidar dele”.

E o ótimo elenco não para por aí. Laurence Fishburne (sim, o Morpheus de Matrix!) interpreta Jack Crawford, o chefe da Divisão de Ciência Comportamental do FBI, que será quem contratará Will. Teremos também a personagem Abigail (Kacey Rohl), que apesar da atriz não ser famosa, atua de forma primorosa. E é, claro, o grupinho do FBI que fica responsável pelo humor da série. Gosto também da Bervely, uma asiática que faz parte do FBI, apesar dela não aparecer muito, adoro as cenas dela.

A primeira temporada tem 13 episódios, todos com nomes de comida francesa (humor negro diz olá). Porém, vocês vão sentir certa dificuldade para achar o episódio 4, porque ele foi proibido nos Estados Unidos por causa daquele atentado em Boston. Se não acharem para baixar, tem muitos sites disponibilizando para assistir online.

Obs: Agora que vi a série, preciso procurar os filmes e livros para assistir. Mas, por hora, vou dar um tempo para o Dragão Vermelho, quero ser surpreendida pelas próximas temporadas da série.

6 Comentários:

  1. Eu vi dois episódios por enquanto, porque Bates Motel me atraiu mais e também porque estou dando um tempo nesse tema. Eu baixei os quatro primeiros episódios e desses dois que eu vi eu achei magnifico, mas é uma daquelas séries que não consigo ver mais de um episódio por dia ):

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To vendo Bates Motel agora e também gostei bastante (apesar de ainda preferir Hannibal). Não consigo dar tempo para esse temaaaa, ele me persegue haha

      Excluir
  2. Parece ser bem interessante, mas acho que não é uma série para mim, pois tenho o estômago fraco, e essas coisas de canibalismo me perturba! D; bjs <3

    ResponderExcluir
  3. Nossa! E pensar que eu não assisti Hannibal pois pensei que seria um clichê. Que pré-conceito tosco da minha parte! haha Vou começar a assistir em breve! Atualmente American Horror Story está em preparação para a terceira temporada, então estou precisando de uma série desse gênero faz um bom tempo! Obrigada pela indicação! s2 hahaha Beijão!

    Diva Pensante (perfil)

    ResponderExcluir
  4. eu amo essa série! assisti ela toda em três dias (vício!) e estou ansiosíssima pela segunda temporada.
    e em praticamente todo o episódio dá vontade de abraçar e pegar o Will no colo, hahahaha

    champagne supernova

    ResponderExcluir
  5. Somos duas amantes do Hannibal *o*. Boa dica, eu não sabia dessa série e agora fiquei com MUITA vontade de assistir >.<.
    Adorei o teu post e a dica também. Devo comentar da cor dos teus olhos? *-* abando nesse azulão!

    ResponderExcluir