Shingeki no Kyojin

Desde Sword Art Online, nenhum anime estava chamando muita atenção. Se existe algo que consiga mexer comigo tanto quanto um livro, decididamente são animes. Shingeki no Kyojin. Ouvi o nome dele tantas vezes nas mais diversas redes sociais que foi difícil ignorar. Chamado de o melhor anime da temporada, ele foi-me indicado por vários dos meus amigos várias vezes. Então, como eu podia ignorar tanto apelo?

A história aparentemente se passa em mundo pós-apocalíptico (por um momento pensei que fosse um mundo alternativo), em que surge uma raça de titãs (gigantes) na Terra onde seu único objetivo parece ser devorar humanos. Para a humanidade poder se defender, eles construíram três muralhas, que ficam uma dentro da outra (como um feudo, mais ou menos) dividindo seções. Dá para perceber que a parte mais pobre fica na primeira muralha e a parte rica no centro. As muralhas tem 50 metros de altura impedindo que qualquer gigante entre e isso não acontece há 100 anos, o que faz todo mundo achar que estão vivendo em paz finalmente.


O protagonista é um garoto chamado Eren que tem o sonho de um dia conhecer o mundo através das muralhas. Ele sempre está acompanhado de sua irmã adotiva Misaka e seu melhor amigo Armin. A vida dos três muda completamente quando um raio surge no céu juntamente com titã gigantesco, maior que a muralha, que acaba destruindo-a e permitindo que vários outros titãs entrem na cidade. O desespero toma conta da população que acaba sendo escoltada para a outra muralha. Eren e Misaka acabam correndo para casa e tentam salvar a mãe (o pai estava viajando, já que era médico), porém, acabam falhando e ela é devorada cruelmente por um dos titãs.

Esse acontecimento é crucial, porque a partir dele Eren acaba guardando uma fúria e ódio imenso pelos titãs. Seu sonho é ser treinado para se tornar um soldado e poder matá-los. Misaka e Armin, acabam seguindo o amigo nesse sonho porque também não querem abandoná-lo e porque também querem conhecer o mundo.

Para proteger a população, há três segmentos: os exploradores (são responsáveis por saírem da muralha e tentarem descobrir algo sobre os gigantes. É o trabalho mais perigoso de todos), os militares (que ficam em cima das muralhas protegendo as pessoas da cidade) e os policiais (que ficam dentro das muralhas). Para isso, eles utilizam um equipamento que possuem fios que ajudam a escalar construções e espadas para matar os titãs, que morrem apenas se forem atingidos na nuca.

A distopia criada em Shingeki no Kyojin parece totalmente bizarra. Mas se há algum dom que os japoneses têm, é o de criar distopias nesse estilo, tornando-as plausíveis e aceitáveis. Não tem como não se ver imerso na história. Não têm como não sentir o terror que os titãs passam as pessoas. A primeira impressão que a imagem deles passa é de algo tosco, mas aos poucos dá para ver através deles o quão cruéis são.

Os personagens (e bota personagens nisso, porque vão aparecendo vários) são muito bem elaborados, com personalidades profundas e complexas. Dá para ver em cada um deles a raiva e o medo de viver em um mundo em que você não sabe como será o amanhã. O foco do anime é justamente mostrar a força que a humanidade tem em querer sobreviver não importando as consequências. Também fala principalmente de morte, como lidar com a perda de pessoas queridas e quão delicada e curta é a vida.

A arte é bem diferente das que já vi por aí, a lineart dos personagens são bem grossas. No começo causou-me estranhamento, mas depois acostumei e achei belíssima. Outro ponto fortíssimo no anime é a trilha sonora que não se limita em abertura e encerramento. Durante as lutas e momentos emocionantes tocam músicas de arrepiar. Outra coisa engraçada que notei é a importância que deram para as personagens femininas na trama. Muitas das que ingressam no exército contra os titãs acabam sendo melhores lutadoras que os homens. E também possuem uma personalidade forte, séria e pouco vacilante. As personalidades masculinas, apesar de apresentarem mais fraquezas e medos, são extremamente cativantes e aos poucos vão tornando-se fortes e amadurecendo.

Eren, o personagem principal, é aquele tipo de garoto inconsequente e cabeça quente que faz muitas coisas sem pensar. Mesmo assim, ele possui uma enorme força de vontade de aprender e superar obstáculos. Mikasa é uma garota aparentemente fria e calculista, mas que se preocupa muito com seu meio-irmão, a ponto de segui-lo para tudo que é lugar para protegê-lo. Ela é a lutadora mais hábil e forte comparada a todos os outros (e minha personagem favorita!). Armin, que aparentemente é o amigo inútil que precisa ser salvo a todo o momento, é um garoto muito inteligente e estrategista. Em matéria de combate é péssimo, mas sabe usar o cérebro com maestria.

Mikasa! ♥
Ah, e para aquelas pessoas que gostam de explicação para tudo, parece-me que vão explicar de onde vieram os gigantes e seu propósito. Nem os personagens sabem de onde surgiram e o que querem, mas estão buscando respostas. Isso é bem legal porque algumas distopias acabam focando só na ação e problemática e se esquecem de algumas explicações (vide apocalipses zumbis).

O anime terá 25 episódios e ainda está em andamento. Indico para quem adora distopias, histórias criativas, bizarras e bem desenvolvidas. Simplesmente um anime fantástico e concordo com os comentários dele: decididamente é o melhor dessa temporada.

Guren no Yumiya

9 Comentários:

  1. Meu tio tava me falando desse anime esse fim de semana! Ele não tinha me convencido muito mas você acaba de dar mais um empurrãozinho, eu em geral não assinto muito shounen, até porque os bons costumam ter TANTOS episódios. Mas talvez eu tente esse!

    Sobre Kamisama Hajimemashita eu começei a ler o manga, e apesar do traço ser bem ruim no começo ele vai melhorando progressivamente, eu já estou viciada também! Talvez você devesse tentar hahaha :)

    ResponderExcluir
  2. Eu estou muito curiosa sobre este anime, tenho ouvido muito falar dele, e acho que vou esperar terminar para poder assistir, isto é se eu conseguir resistir ahushaus bjs.

    ResponderExcluir
  3. Poxa, Dasty! Eu nem curto animes (nem cultura japonesa em geral), mas já tô vendo que vou tentar assistir esse. Tô com uma série-vício chamada Siberia, e precisando de algo para aliviar a longuissima espera de uma semana entre episódios haaha

    ResponderExcluir
  4. Se eu te disse que não assisto nada desde de Another, você acredita? Bem, não é nem por que nenhum outro anime chamou atenção é porque mudei de internet e essa não é muito boa como outra. O grande problema é tentar assistir coisas onlines, dou preferencias a assistir animes assim.
    Mas tudo bem...
    Essa música que você colocou me deu uma louca vontade de assistir haha e a história também, pois até fiquei curiosas. Acho que vou ate tentar assistir, estou mesmo precisando ver alguma coisa diferente.
    *--*

    ResponderExcluir
  5. Nossa, adorei sua recomendação. Ultimamente ando muito chata - muito chata mesmo - com animes. Algo como: se eu vou perder meu tempo, tem que ser algo bom. Adorei este. Acho que vou esperar todos os episódios saírem - sou gulona, preciso ver tudo de uma vez. Adorei os traços também, ficou muito bonito. Gosto de distopias e arrisco dizer que nunca li nenhum mangá ou assisti um anime distópico, este será meu estreante. Adorei sua recomendação *o* Beijos!

    Chel Lima
    http://corujando.org

    ResponderExcluir
  6. Shingeki no Kyojin tem, sim, uma aparência meio estranha. Lembra muito animês antigos. A parte da animação não é muito boa, mas a história compensa! Ah, sim, e essa coisa dos episódios terem uma duração um pouco lenta tá acabando comigo. Fico ansiosa demais esperando o próximo episódio. E ele só virá no outro sábado. Só não corro pro mangá porque ainda quero ser surpreendida. :)

    ResponderExcluir
  7. Cara, faz teeeempos que não assisto um anime!! rs

    http://4demarco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Daaasty, que saudade!

    Nossa, faz muito tempo que não vejo anime e, pasme: eu vi um esses tempos, que meu amigo insistiu que eu visse e... É ESSE!
    Cara, devo dizer que só vi o primeiro ep porque eu fiquei, muito muito muito tensa, tipo... GENTE, AAAH, SOCORRO. Mas eu quero muuuuito continuar vendo!
    Com essa sua resenha, só fiquei com mais vontade de continuar T_T meu semestre tá acabando finalmente, quem sabe não assisto tudo? *-*

    Beijos,
    Leeh - Hangover.

    ResponderExcluir
  9. Ooolha como o blog está ainda mais bonito!! *-*
    Nossa que vergonha, estive afastada do blogger por tempo emails ><

    Enfim, eu reconheci esse nome através de um game XD Outro dia no Youtube estava vendo um gameplay com mesmo nome, parece que estão fazendo um jogo desse anime hein?? Está em fase de protótipo, depois da uma olhada se interessar ^^

    Mas agora que estou sabendo que é um anime, com certeza vou assistir *-*

    Beijos e obrigada pela dica ^^

    ResponderExcluir